Design Thinking + Innovation

O design centrado no usuário está com os dias contados! Para inovar radicalmente e transformar o significado de um produto / serviço, não adianta perguntar para o usuário o que ele deseja. Você acha que ao criarem o Wii e o iPod por exemplo, o pessoal da Nintendo / Apple escutou primeiramente a demanda do usuário?
Nã, nã, ni, nã, não! O usuário não sabe o que quer… O que essas empresas fizeram foi escutar o mercado de uma forma sistêmica através de uma ampla rede de “interpreters” (pesquisadores, arquitetos, designers, meios de comunicação, antropólogos, fotógrafos, sociólogos, artistas etc). É claro que ao desejarmos fazer uma inovação incremental em um produto, ou seja, uma pequena melhoria, sem alteração do modelo mental do usuário; ele precisa ser ouvido. Mas se quisermos fazer total diferença surpreendendo e agregando valor às nossas soluções, o caminho é bem diferente. Clique abaixo e conheça um pouco mais sobre Design Thinking (em inglês):

Link: Design Thinking Innovation

Confissões de uma Mestranda

Gostaria de dividir com você o meu novo blog: “Confissões de uma Mestranda”; uma forma que encontrei de organizar os conteúdos que venho estudando e também dividir as minhas angústias em relação a essa nova fase da minha vida: o Mestrado. Tenho que confessar que os “polígrafos” (apostilas) já fazem parte da minha casa, da minha bolsa e até mesmo de mim. Rs…

A proposta do blog é a troca de conhecimento e compartilhamento de experiências. Espero que você também participe com as suas idéias transformando-o em um espaço dinâmico, vivo e bastante rico! Apareça por lá e será muito bem vindo(a)!

Link: Confissões de uma Mestranda

Mais um produto revolucionário… rs

O Kindle e iPad que se cuidem:

Via: Designing Ideas

WirePhoning… rs

Vai desenhar aplicativos para iPhone? Que tal começar por esses bloquinhos fofos? O valor do pacote de bloquinhos (com 3 unidades) é de aproximadamente R$30,00 ($17,95). Adquira o seu clicando aqui. Eu adorei, e você?

Notepod (Images courtesy Notepod.net)

Via: OhGizmo!

Redes sociais e o mundo corporativo

Que as redes sociais mudaram completamente a forma com que as organizações controlam (ou melhor, não controlam!) a informação, ninguém duvida. Mas vale conferir os dados do estudo feito pela Burson-Marsteller sobre a utilização das redes sociais como poderosa ferramenta de comunicacão entre as 100 maiores empresas segundo o ranking da revista Fortune. Reforçando o post abaixo, o twitter aparece com força total. Clique e confira:

–> Redes sociais no mundo corporativo: Global Media Checkup

Via: Designing Ideas

Entendendo o Twitter

Várias vezes me deparo com o questionamento de alguns clientes sobre o twitter e como ele pode auxiliar as empresas em seus negócios. Então, achei bastante válido postar as informações abaixo, que ao meu ver são excelentes referências sobre o assunto.

O primeiro vídeo apresenta uma definição bastante simples sobre o conceito original da ferramenta e as apresentações em seguida aprofundam sobre como ela está sendo utilizada, além de apresentarem alguns cases interessantes. Espero que seja válido para você também!

Via: CommonCraft

Via: Martha Gabriel

Via: Mapa Digital – Pesquisa e Consultoria em Meios Digitais

Ah, e é claro que também estou no twitter 🙂 Se quiser conferir outras dicas, é só passar por lá: @lucattony

Curso de AI em Porto Alegre – adiado para Março

O Curso sobre “Arquitetura de Informação” que vou ministrar no Instituto de Informática da Unisinos (esse que está bem ali, no post abaixo) foi adiado. Agora ele acontecerá em dias de semana (noites), ao invés dos sábados. Anote aí as novas datas:

Dias: 22, 23, 24, 29, 30 e 31 de Março (segundas, terças e quartas)
Horário: das 18h45min às 22h45min
Local: Unisinos POA – Prédio do CIEE

Clique aqui para maiores informações. Continuo esperando você! 🙂