Arquivo da categoria: Internet

Desconectar para conectar

Achei sensacional o vídeo abaixo. Confesso que me vi em várias dessas cenas… Com certeza vale uma  reflexão para que percebamos a melhor maneira de estarmos conectados com as pessoas e com o mundo que nos cerca. Espero que goste! 🙂

Via: @philipecoutinho

Você sabia?

Confira abaixo mais uma excelente versão da série “Did you Know”:

Tragédia ou comédia?

Ao fazer um 5S no meu computador, achei o cartoon abaixo. Você não acha que vale pensar a respeito? rs…

 CARTOON copy

Divertido e sugestivo

Precisa dizer mais? Hahaha…
life_back
Via: haha.nu

Eu vi o Levy!

levy

Essa semana foi mais corrida que o normal pois comecei a estudar novamente (estou fazendo na ESPM o “Master em Marketing e Comunicação Interativa” – e por sinal, estou bem satisfeita com as aulas!) e finalizei alguns projetos bacanas. Por isso, só estou comentando hoje no blog a palestra do Levy.

Bom, o que dizer de Pierre Levy? Simplesmente a.d.o.r.e.i! Sabe aquelas palestras que você não pode nem piscar senão perde informações importantes? Pois é, foi assim mesmo. Levy falava em francês, a apresentação dos slides estava em inglês e a tradução simultânea em português ;). O cara está anos luz à frente e consegue dar umas pinceladas do que nos espera num futuro virtual.

Ele falou sobre o desenvolvimento do conhecimento, desde o início dos tempos até a criação do ciberespaço (“espelho da inteligência coletiva”). Segundo Levy, estamos na “pré história” no que se refere à inteligência coletiva, já que a diversidade de idiomas impede a compreensão da informação existente no ciberespaço por todos.

Para o futuro, ele acredita que haverá um meio de se codificar toda e qualquer informação do ciberespaço (independente do idioma) de modo que será possível através dele, entender como funciona a difusão das idéias, a construção do conhecimento e consequentemente, o desenvolvimento da humanidade.

Foto via: ClicRBS

Pierre Lévy em Porto Alegre

Nesta segunda, dia 27, estará em Porto Alegre palestrando no “V Fórum de Internet Corporativa” um dos maiores filósofos dos últimos tempos: Pierre Lévy. Lévy estuda o conceito da inteligência coletiva e a base de conhecimento da sociedade. Ele é considerado um dos grandes pensadores da “Cibercultura” e leitura obrigatória para quem estuda ou trabalha com comunicação digital e assuntos relacionados à informação.

O evento acontece na PUC RS à partir das 13:30h; clique aqui e acesse a programação completa.  Eu já garanti o meu lugar! 🙂

Siga o cara: Pierre Lévy no twitter

Palestra de Ben Self – Estrategista de Obama

Dando continuidade ao post anterior, divido com você as minhas impressões sobre a apresentação de Ben Self, sócio fundador da Blue State Digital, responsável pela estratégia on line da campanha de Obama. 

Ben Self  iniciou a apresentação dizendo que o email foi a ferramenta mais importante da campanha, responsável por 2/3 das doações via web (“the killing application”) e que as ferramentas online mobilizaram ao todo mais de 3 milhões de pessoas e foram responsáveis pela arrecadação de 6.5 milhões de dólares. Impressionante não? Mas vale ressaltar que todo este sucesso foi resultado de uma combinação inteligente de recursos / ferramentas. Portanto, não adianta sair anunciando por aí que email marketing é a bola da vez, se não há uma estratégia bem fundamentada e consistente, suportada também por outras ferramentas de comunicação on e offline.

O estrategista ressaltou a importância de oferecermos aos usuários várias maneiras de envolvimento com nosso produto / serviço. Na home do site da campanha foram destacadas diversas formas que convidavam a participação do usuário: seja por telefone, email e redes sociais (incluindo a rede social destinada à campanha: MyBo, twitter etc). Self também apresentou vídeos da campanha, alguns super divertidos que até renderam risinhos pela platéia (vale conferir o canal exclusivo da campanha). Por falar em vídeo, um fato interessante mencionado é que o número de pessoas que viram o discurso de Obama no You Tube foi maior que o somatório de todos aqueles que o assistiram pelas redes de televisão dos EUA. É mole?

Outra iniciativa que me chamou a atenção foi o site Fightthesmears.com, criado com o objetivo de esclarecer todos os boatos que surgiam em relação à campanha. Essa iniciativa foi importante para agregar valores como: transparência, respeito ao eleitor, seriedade; fundamentais para a construção da credibilidade. Links patrocinados convidavam o usuário, a partir de seu email à  “descobrirem a verdade sobre o que andam dizendo” e os direcionavam ao site Fightthesmears.

Self finalizou sua apresentação respondendo às perguntas da platéia. Perguntei para ele se foram consideradas regras de acessibilidade na construção da campanha e ele informou que sim, acrescentando que as pessoas com necessidades especiais são uma parcela significativa e importante da população. Fiquei satisfeita com a minha resposta; o mesmo não ocorreu com minha colega de trabalho Flávia Nardon, que questionou a  respeito do monitoramento das redes sociais e talvez, por problemas de tradução, não foi bem compreendida; mas isso também nos rendeu boas gargalhadas durante o almoço… 🙂

Para concluir este post acredito ser importante ressaltar que nenhuma das estratégias/iniciativas citadas seria capaz de tanto êxito, se não fosse a figura de Barack Obama; um líder de credibilidade invejável e capaz de delegar as tarefas, se mobilizando para isso. Como diz a minha querida Mestra Maria Thereza Strongoli, Obama introduziu um novo conceito de política e que, neste sentido, o séc XXI acaba de começar. Portanto, não podemos esquecer que a internet é um lugar em que bilhões de pessoas atualmente passam o seu tempo e que essa imensa comunidade está transformando a maneira como são conduzidos os negócios. E vamos em frente!