Palestra de Ben Self – Estrategista de Obama

Dando continuidade ao post anterior, divido com você as minhas impressões sobre a apresentação de Ben Self, sócio fundador da Blue State Digital, responsável pela estratégia on line da campanha de Obama. 

Ben Self  iniciou a apresentação dizendo que o email foi a ferramenta mais importante da campanha, responsável por 2/3 das doações via web (“the killing application”) e que as ferramentas online mobilizaram ao todo mais de 3 milhões de pessoas e foram responsáveis pela arrecadação de 6.5 milhões de dólares. Impressionante não? Mas vale ressaltar que todo este sucesso foi resultado de uma combinação inteligente de recursos / ferramentas. Portanto, não adianta sair anunciando por aí que email marketing é a bola da vez, se não há uma estratégia bem fundamentada e consistente, suportada também por outras ferramentas de comunicação on e offline.

O estrategista ressaltou a importância de oferecermos aos usuários várias maneiras de envolvimento com nosso produto / serviço. Na home do site da campanha foram destacadas diversas formas que convidavam a participação do usuário: seja por telefone, email e redes sociais (incluindo a rede social destinada à campanha: MyBo, twitter etc). Self também apresentou vídeos da campanha, alguns super divertidos que até renderam risinhos pela platéia (vale conferir o canal exclusivo da campanha). Por falar em vídeo, um fato interessante mencionado é que o número de pessoas que viram o discurso de Obama no You Tube foi maior que o somatório de todos aqueles que o assistiram pelas redes de televisão dos EUA. É mole?

Outra iniciativa que me chamou a atenção foi o site Fightthesmears.com, criado com o objetivo de esclarecer todos os boatos que surgiam em relação à campanha. Essa iniciativa foi importante para agregar valores como: transparência, respeito ao eleitor, seriedade; fundamentais para a construção da credibilidade. Links patrocinados convidavam o usuário, a partir de seu email à  “descobrirem a verdade sobre o que andam dizendo” e os direcionavam ao site Fightthesmears.

Self finalizou sua apresentação respondendo às perguntas da platéia. Perguntei para ele se foram consideradas regras de acessibilidade na construção da campanha e ele informou que sim, acrescentando que as pessoas com necessidades especiais são uma parcela significativa e importante da população. Fiquei satisfeita com a minha resposta; o mesmo não ocorreu com minha colega de trabalho Flávia Nardon, que questionou a  respeito do monitoramento das redes sociais e talvez, por problemas de tradução, não foi bem compreendida; mas isso também nos rendeu boas gargalhadas durante o almoço… 🙂

Para concluir este post acredito ser importante ressaltar que nenhuma das estratégias/iniciativas citadas seria capaz de tanto êxito, se não fosse a figura de Barack Obama; um líder de credibilidade invejável e capaz de delegar as tarefas, se mobilizando para isso. Como diz a minha querida Mestra Maria Thereza Strongoli, Obama introduziu um novo conceito de política e que, neste sentido, o séc XXI acaba de começar. Portanto, não podemos esquecer que a internet é um lugar em que bilhões de pessoas atualmente passam o seu tempo e que essa imensa comunidade está transformando a maneira como são conduzidos os negócios. E vamos em frente!

Anúncios

2 Respostas para “Palestra de Ben Self – Estrategista de Obama

  1. Show de bola! Parabéns e obrigado pelas informações!

  2. Mensagem ao Site.

    Bom dia.

    Parabens pelo artigo, muito importante pelo que o Ben ajudou o Presidente Obama, tanto nas estrategias como nas doacoes, uma ferramenta foi decisiva o Twitter, dali eles informavam onde se reuniriam , os comicios, as doacoes, enfim isso fortaleceu e o levou a vitoria. Pena que os Senhores da Guerra, as Industrias nao cansaram da guerra e nao cansarao, parece que até o presidente Obama, foi enrolado e agora se voltam ao Afeganistao de onde os Russos sairam corridos, o exercito mais forte do mundo que os USA temem , é o Exercito de Um Homem So, eles estao no seu pais, e novamente os USA, invadiram e ocuparam o Afeganistao, Presidente Obama, poderia resolver pela Diplomacia e nao pela Guerra, o senhor falou isso no seu discurso de posse, o Povo Americanos de 73 ja o levou para 55% de aprovacao , estava como o outro o Bush que queria petroleo, o ouro negro que move o mundo mas deixa o onus da poluicao.

    Vamos em frente.

    JOSE PEDRO NAISSER.
    ECOLOGISTA.
    CURITIBA.PR.
    EMAIL. JPNAISSER@HOTMAIL.COM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s